noiva penteadaSempre procuramos algo diferente para ir a uma festa, algo que mude o visual igual de todos os dias. Às vezes, o tempo é curto para cuidar de todos os detalhes, mas invista nos seus cabelos, pois possuem grande participação no visual, fazem total diferença. Saiba quais os tipos, e as principais tendências.

Os cabelos soltos são muito escolhidos pelas mulheres, pois no dia a dia é difícil mudá-los da sua forma original, e para ocasiões e festas, você pode mudá-lo completamente. Pode escovar, usar um liso bem escorrido, pode cachear, ondular as pontas, armar o cabelo, fazer topete, ou seja, o cabelo solto permite várias opções, e é uma boa alternativa para quem não quer fazer penteados trabalhosos. Mas evite usar da mesma maneira que usa no dia a dia, faça algo diferente, surpreenda.

A situação mais comum, é a mulher não querer prender totalmente, ou deixá-lo simplesmente solto. Para isso, existem os penteados em que somente metade (horizontalmente) do cabelo é preso. Se quiser algo mais volumoso, que chame a atenção, pegue a parte superior do cabelo e prenda bem alto, faça ondulações no cabelo todo, para encher mais. Se quiser algo mais clássico, discreto, e que valorize o rosto, prenda metade do cabelo numa altura média, para que acompanhe a parte de baixo do cabelo, e não prenda rente a cabeça, para dar um volume na parte de cima.

Estilo grego: São tranças ou rabos presos na lateral, meio solto, desfiado, dando um ar mais natural. Mas prenda bem, para que não se desfaça durante a festa. Para quem tem franja, nesse caso é adequado usá-la solta, dê uma levantada, uma armada, e passe spray para não “murchar”.

Coque

Os coques ganham a vez, pois são supersofisticados. Mas esqueça o coque com muitos detalhes, muitos cachos soltos, strass espalhados pelo cabelo. Prefira algo mais moderno. Podem ser usados de várias maneiras:

  • Baixos, perto da nuca, com o cabelo partido de lado;
  • Em uma altura média, com fios soltos na frente;
  • Coque alto, estilo anos 50, um visual mais retrô;
  • Coques com o franjão solto (bem arrumado e com spray);
  • Coque com ondas embutidas;
  • Coques com tiaras feitas por tranças;
  • Coque banana.

Caso queira um coque mais “certinho”, uma opção é você fazer um rabo, torcer o cabelo em volta do rabo (uniformemente), formar um coque e deixar duas mechas (grossas) soltas. Use aquelas “redes” de coque, que seguram os fios, após colocar a rede, pegue as duas mechas que ficaram fora e enrole uma para cada lado, em volta da rede, após enrolar prenda as pontas com grampos (para dentro do coque).

Topetes

Os topetes dos anos 80 estão de volta! O topete muda completamente o visual, é super original e diferente. Pode ser feito tanto com o cabelo solto, como no rabo e no coque.

- Para levantar somente a parte da frente, separe a franja, escove-a, e ao invés de puxá-la totalmente para trás e prender com o grampo, deixe ela um pouco levantada (escolha a altura), e prenda, somente as pontas com grampos. Para fixar, não esqueça o spray. Caso a franja seja muito lisa e pesada, dê uma desfiada com o pente fino (penteie ao contrário), antes de prendê-la.

- Para um topete levantado atrás, com a franja solta (estilo Amy Winehouse), separe a parte central do cabelo no topo da cabeça (como um moicano), e prenda o restante do cabelo. Na mecha central, divida em duas partes. A parte de trás será a do topete, modele na altura que quiser, e prenda atrás da cabeça. A parte da frente, é a franja: modele para o lado, e use spray para fixar.

- Há também como fazer um topete de lado, modelando a franja com bobes, deixando-a como uma “onda”.

- Se estiver de cabelo solto e quiser fazer um topete sem ser prendendo com grampo, penteie a franja para trás junto com o cabelo, e passe bastante spray para fixar.